Compartilhe:

O Mamaworking nasceu das minhas dificuldades para criar três filhos pequenos e trabalhar ao mesmo tempo. Eu saía de manhã e voltava à noite pra casa com eles, quando podia ficar com meus filhos nos braços apenas por algumas horas. Essa situação me deixava muito chateada e confusa. Como muitas das mulheres da minha geração, eu queria trabalhar, eu tinha uma história no meu trabalho, tinha conquistado coisas que me valorizavam, que me preenchiam.

Mas, como toda mãe que precisa de tempo com seus filhos, sentia uma angústia crescer, por não conseguir mais fazer nem uma coisa nem outra como eu gostaria. Eu nem era mais a boa profissional que podia ser, também não conseguia ser a mãe que queria.

Na verdade, o que eu buscava parecia impossível: trabalhar melhor e participar mais da vida das crianças. Quando é que eu ia poder cuidar da minha carreira e dos meus filhos ao mesmo tempo?

Então larguei o trabalho e montei minha consultoria de estratégias de marcas. Realmente pude ter mais tempo com meus filhos ou ao menos certa flexibilidade nos meus horários. Mas o caminho era difícil e solitário. Encontrei muitas outras mães na mesma situação, algumas reinventando a própria carreira, outras se aventurando no empreendedorismo.

PERCEBI QUE O QUE FALTAVA ERA UMA REDE DE APOIO PARA MÃES QUE TRABALHAM.

Foi por isso tudo que eu decidi fundar o MAMAWORKING, que nasceu como um coworking materno, numa casa com escritório coletivo para mães e filhos. Essa grande casa abrigava o crescimento de todos: os pais trabalhavam enquanto os bebês aprendiam!

Nessa caminhada, o Mamaworking cresceu… e contou com a parceria da Escola Vila Sofia, que hoje ocupa a casa que já foi do Mamaworking, e conta com um coworking para os pais, adaptação humanizada para os bebês e tudo mais que queríamos antes.

Então, hoje o Mamaworking tem outra missão… nossa batalha agora é maior. 

MAMAWORKING É UMA REDE DE APOIO PARA A MÃE EMPREENDEDORA. 

Mães modernas são mulheres fruto do nosso tempo: se exigem mais, querem ter espaço, precisam ter seus papéis integrados:, trabalho e filhos andando juntos. Mas também são também mães que precisam de apoio, de troca de ideias, de colaboração.

A REDE MAMAWORKING TRARÁ MAIS FORÇA PARA CADA UMA DE NÓS COM CONTEÚDO, NETWORK, EVENTOS DE COLABORAÇÃO E FORMAÇÃO COM CURSOS.

 

Afinal de contas, se é preciso uma aldeia para cuidar de uma criança,

é preciso um grupo de mães para cuidar de cada uma de nós.”

 

VALQUIRIA PORTO, fundadora do Mamaworking.