Compartilhe:

 

Parece tão óbvio que a adaptação de bebês na escola deve ser “humanizada”, não é? Mas ainda existe certa discussão sobre o assunto. Infelizmente, muitos berçários impõem regras rígidas para uma adaptação escolar, como se todas as crianças fossem iguais. O objetivo da escola com a padronização é a rapidez do processo. A questão que nos toca é quanto aos custos emocionais de um processo de adaptação feito às pressas?!

Vamos começar do início… cada bebê é diferente e cada família também. Alguns bebês se sentem à vontade em novos ambientes rapidamente enquanto outros ficam ansiosos. Alguns bebês comem de tudo e outros não. A questão aqui é que nenhum deles é melhor ou pior que o outro. Um bebê precisa ser visto com toda a sua individualidade e respeitado na sua forma única de se relacionar, aprender e crescer.

Na verdade, quando um berçário exige que todos passem pela adaptação escolar com as mesmas regras rígidas, em uma semana de limite, sem considerar suas diferentes personalidades, a mamãe já pode supor que é assim que irão conduzir todo o relacionamento escolar…ou seja, as especificidades do seu filho não serão respeitadas, principalmente se ele não se enquadrar no padrão do restante.

E é aqui em que entra a “adaptação humanizada”, em que escola, pais e bebês formam um grupo coeso que adapta-se ao processo (e não ao contrário) para o bem estar de todos, principalmente do bebê!!

A adaptação escolar exige uma separação gradual de mães, pais e filhos (lembrando que até os 3 anos seu filho é um bebê!!). E essa separação precisa contar com delicadeza, flexibilidade e sensibilidade por parte da escola. Neste momento, definitivamente, regras rígidas não são benéficas à família!!

O mais importante na adaptação humanizada é que este processo  possa ser uma impressão agradável de descoberta infantil de um novo mundo – a escola – , com segurança e tranquilidade para a criança e seus pais. Um processo mais humano, gentil e agradável.

É por isso que o Mamaworking defende tanto a adaptação humanizada e seu parceiro Vila Sofia aplica!!  http://www.vilasofia.com.br

Cada criança é única, cada família também!!